AgroValor Publicidade
Agro&cultura

por Rafaele Esmeraldo

Você saberia identificar um ovo de granja de um ovo caipira? Pela cor da casca só dá para saber a raça da galinha. Basicamente, as de pena branca botam ovos brancos e as de pena vermelha ou marrom botam ovos nesse mesmo tom. É na cor da gema que está o principal diferencial aparente do ovo caipira. As chamadas galinhas caipiras – criadas soltas – produzem ovos com gema de coloração avermelhada, graças ao tipo de alimento natural que recebem, geralmente milho e outros cereais, com alto teor de ferro e vitamina A. Já as galinhas de granja – criadas confinadas – se alimentam de ração industrial.

Mas é nas características não visíveis que reside a riqueza do ovo caipira. Especialistas confirmam que uma das principais vantagens do produto é a ausência de substâncias químicas, além de ser altamente nutritivo, saboroso e saudável.

A nutricionista cearense Nicole Benevides esclarece o poder nutritivo desse alimento aparentemente tão simples e, especialmente, do ovo caipira. “O ovo é rico em proteínas de alta qualidade, vitaminas do complexo B, ferro, cálcio, vitaminas A, D, E e K, além de substâncias bioativas, como colina, luteína, zeaxantina e carotenóides. Com tantos nutrientes importantes, o ovo traz benefícios diversos ao organismo. Por exemplo, manutenção da saúde dos ossos e olhos, integridade do sistema de defesa do corpo, contração muscular, melhor desempenho cognitivo e de memória, crescimento de pelos, cabelos e unhas, auxilia na perda de peso e, em geral, é um alimento antioxidante que favorece a prevenção de doenças, como a anemia e doenças cardiovasculares. Vale ressaltar que ovos caipiras são de galinhas criadas sem utilização de ração, aditivos químicos, corantes artificiais e com maior diversidade de alimentação.”

O administrador da Fazenda Libanus Agroindústria (São Gonçalo do Amarante/CE), Robson Lima, relata que a propriedade – referência em genética ovina da raça Dorper e na produção artesanal de cachaça de alambique – investe há dois anos no método natural para a produção de ovos caipiras, incentivada pela demanda atual de hábitos de consumo mais saudáveis e sempre atenta às questões ambientais e de bem-estar animal. “Tratamos as nossas aves da forma mais natural possível, assim temos plena certeza que elas nos darão um produto diferenciado. Elas são criadas em galpão coberto, em contato direto com o solo, com acesso para grandes áreas onde podem ciscar e tomar sol. A alimentação básica é à base de milho e soja, podendo também se alimentar de folhas verdes das pastagens. Evitamos ao máximo que nossas aves sofram qualquer estresse”, afirma Lima.

O gerente da propriedade cearense aponta a diferença entre o ovo de granja e o caipira. “Está muito relacionado à forma de criação. O ovo de granja é produzido em um sistema de produção industrial, em que as galinhas ficam confinadas em gaiolas apertadas e comem sem parar, tendo como único objetivo produzir ovos. Elas são nutridas com uma alimentação diferente da natural e não há preocupação com o seu bem-estar”, afirma Lima.

Os ovos caipiras da Fazenda Libanus são certificados pelo Serviço de Inspeção Estadual (SIE/Adagri), podendo ser comercializados em todo o estado do Ceará.

OVO CAIPIRA NATURAL

Produtores brasileiros tentam assimilar os conceitos e objetivos da Agricultura Natural:

I.  Produzir alimentos que incrementem cada vez mais a saúde do homem 
II. Ser econômica e espiritualmente vantajosa, tanto para o produtor como para o consumidor 
II. Poder ser praticada por qualquer pessoa e, além disso, ter caráter permanente 
IV. Respeitar a Natureza e conservá-la
V.  Garantir alimentação para toda humanidade, independente de seu crescimento demográfico
Fonte: Fundação Mokiti Okada

Foto: Divulgação

comments powered by Disqus
 
INSTAGRAM
Rua Pinho Pessoa, 755, Fortaleza/CE
CEP 60.135-170
Central de Relacionamento
AgroValor (85) 3270.7650
Copyright © 2006-2014
WSete Design