AgroValor Publicidade
Agro&cultura

É verdade que a Chapada Diamantina desperta o interesse de turistas de diversas partes do mundo por sua exuberância geográfica. No entanto, a gastronomia da região também atrai visitantes com seus sabores e ingredientes originais.

Além das histórias contadas pela sabedoria popular e dos traços arquitetônicos expostos nas fachadas dos prédios, a culinária também é uma forma de contar as histórias e costumes de determinado local por meio dos cheiros exalados e dos jogos de cores que os ingredientes formam dentro da panela.

Deste modo, a culinária da Chapada Diamantina conserva os traços de sua formação histórica a partir das influências de seus antigos habitantes: os escravos e garimpeiros que povoaram a região por volta dos séculos XVII e XVIII.

Dessa confluência culinária de seus antigos habitantes nasceu um dos pratos mais tradicionais, a galinha ao molho pardo. Uma iguaria de deixar qualquer um com água na boca. É o tipo de prato que o visitante deve esquecer a dieta e degustar vagarosamente para sentir o sabor de cada ingrediente.

_______________________

RECEITA

Galinha ao Molho Pardo

Ingredientes
- 1 galinha grande
- 3 colheres de vinagre
- 2 tomates
- 2 cebola
- 1 pimentão grande
- Cheiro verde
- 6 dentes de alho
- 1 colher de colorau
- 6 batatas grandes
- 4 colheres de sopa de óleo
- 2 sachês de caldo de galinha em pó
- Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:
1. Prepare a galinha e reserve o sangue juntamente com o vinagre, para que o líquido não coalhe.  Em seguida, corte a galinha em pedaços e tempere com o sal, pimenta do reino, alho, colorau e os sachês de caldo de galinha em pó;

2. Em uma panela grande, coloque um pouco de óleo, alho socado e cebola picada. Acrescente o cheiro verde, tomate bem picado e o pimentão. Coloque a galinha para cozinhar nesse refogado por 2 horas ou até que fique macia;

3. Descasque as batatas, corte-as em quatro pedaços e cozinhe em água e sal numa panela separada;

4. Quando a galinha estiver macia, adicione as batatas e coloque o sangue que estava reservado e deixe cozinhar por mais 10 minutos ou até o caldo engrossar. Sirva com arroz branco e salada verde.

Fonte: http://seabrachapadadiamantina.blogspot.com.br/2010/11/seabra-culinaria-regional.html

comments powered by Disqus
 
INSTAGRAM
Rua Pinho Pessoa, 755, Fortaleza/CE
CEP 60.135-170
Central de Relacionamento
AgroValor (85) 3270.7650
Copyright © 2006-2014
WSete Design