AgroValor Publicidade
Agro&cultura

As ervas nativas da floresta Amazônica se transformam em ingredientes, cujos sabores e aromas incomparáveis formam a base da culinária do Norte do país. Da forte influência indígena, originaram-se delícias como o Pato no Tucupi, prato que carrega todo o exotismo da região.

Constituído de pato, tucupi e jambu, a iguaria ganha destaque na mesa de paraenses, amazonenses e demais povos da região, conquistando o paladar de locais e turistas que se entregam à saborosa viagem gastronômica.

O tucupi é um caldo amarelo extraído da mandioca brava, uma versão “venenosa” da macaxeira, com alta concentração de ácido cianídrico (HCN), nocivo à saúde, por isso precisa ser cozido durante uma semana. O pato, depois de assado, é cortado em pedaços e fervido no tucupi. O jambu, uma erva da Amazônia, é fervido em água e sal, escorrido e posto sobre o pato. É servido com arroz branco e farinha de mandioca. Além do pato, o caldo tucupi é também bastante utilizado com aves e peixes.

MINHA RECEITA | Pato no Tucupi

INGREDIENTES

•    1 pato limpo
•    2 litros de tucupi
•    4 dentes de alho
•    1 colher de chá de sal
•    4 pimentas de cheiro
•    2 cabeças de cebola
•    2 maços de jambu
•    1/2 xícara de goma de mandioca

MODO DE PREPARO

1. Tempere o pato com cebola, o alho, o sal e pimenta;
2. Coloque-o em uma assadeira com um pouco de óleo. Leve ao forno e deixe até dourar;
3. Retire do forno e corte em pedaços. Coloque o pato numa panela com o tucupi já fervido;
4. Leve ao fogo e cozinhe até ficar macio. Se estiver muito seco, adicione mais tucupi;
5. Acrescente as folhas de jambu limpas, e deixe cozinhar até os talos ficarem bem macios. Sirva acompanhado de arroz branco e farinha de mandioca.

Foto: Divulgação

comments powered by Disqus
 
INSTAGRAM
Rua Pinho Pessoa, 755, Fortaleza/CE
CEP 60.135-170
Central de Relacionamento
AgroValor (85) 3270.7650
Copyright © 2006-2014
WSete Design