AgroValor Publicidade
Agropecuária

O evento, que ocorre entre os dias 30 de março e 1° de abril em Hong Kong, é um dos mais aguardados pelos setores, já que é tido como referência em inovação de materiais e produtos. Nesta edição de 2015, onde são esperados mais de 20 mil compradores de cerca de 90 países, o Brasil leva 37 empresas para exporem suas marcas. Em estandes individuais, as companhias devem ter a chance de mostrar toda a qualidade de seus produtos para então estabelecer contatos e iniciar boas relações comerciais. A participação brasileira na APLF tem o apoio do Brazilian Leather, projeto setorial conduzido pelo Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), cujo foco é a expansão do couro nacional no mercado externo. O CICB, aliás, igualmente terá estande para mostrar a força do couro brasileiro no evento.

China e a região administrativa de Hong Kong são os principais destinos do couro produzido no Brasil atualmente. Sozinho, o país asiático adquire35,9% das exportações brasileiras. Mesmo assim, a presença de fábricas brasileiras na APLF é uma forma de ganhar visibilidade frente a outros mercados mundiais, que sistematicamente também participam da feira.

Segundo o presidente executivo do CICB, José Fernando Bello, é esperado que o volume de vendas de couros e peles brasileiros nesta APLF gire em torno de US$400 milhões. “As expectativas são sempre as melhores possíveis quando se fala em APLF, afinal trata-se da mais importante feira do universo couro em nível global.”, diz. “O evento de Hong Kong é o que mais converge clientes para os curtumes brasileiros. Portanto, participar da feira é fundamental”, continua.

Para exibir o que produz de melhor em território asiático, o Brasil deve sair na frente e antecipar o que vai ser tendência na estação fria do próximo ano a partir de sua Preview do Couro - Winter 2016. Com peças que exploram as possibilidades dos brilhos e dos acabamentos mais apurados, o couro desta coleção a ser levada a APLF absorve inspirações mundiais com um toque de brasilidade que promete conquistar muitos compradores. Uma extensa cartela de cores e um mix variado de texturas que lembram o trabalho artesanal fazem do couro brasileiro um dos mais singulares e apreciados mundo afora. Na prévia Winter 2016 não é diferente: as peças têm personalidade, imprimem um pouco da tão particular originalidade dos brasileiros.

Durante a APLF 2015, o ramo coureiro do Brasil participa ainda, representado pelo CICB, de reuniões do International Council of Tanners(ICT) e do Global Leather Coordinating Comitee (GLCC). As entidades internacionais do couro convocam, periodicamente, as instituições do segmento de abrangência local para avaliar e traçar em conjunto os rumos do setor em nível mundial.

A APLF 2015 é realizada no Hong Kong Convention & Exhibition Centre, das 9h às 18h.

(FONTE: COMUNICAÇÃO CENTRO DAS INDUSTRIAS DE CURTUMES DO BRASIL - CICB)
 

comments powered by Disqus
 
INSTAGRAM
Rua Pinho Pessoa, 755, Fortaleza/CE
CEP 60.135-170
Central de Relacionamento
AgroValor (85) 3270.7650
Copyright © 2006-2014
WSete Design