AgroValor Publicidade
Agropecuária

O crescimento da manada da raça Crioula no Brasil em 2015 atingiu 6,4% e registrou exemplares em todos os Estados brasileiros. O cavalo Crioulo avançou em todas as regiões do país e fechou 2015 com 402.341 animais ante os 377.882 registrados em 2014. O Centro-Oeste saiu na frente com 13,5% de crescimento, seguido pelo Norte com 11%, Nordeste com 10,1% e Sudeste com 8,1%. Na Região Sul o aumento chegou a 6,2%.


O presidente da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), José Luiz Laitano, afirma que este crescimento se deve a um planejamento de longo prazo realizado pela entidade, que garantiu o avanço da raça. “O trabalho colocado em prática conseguiu aumentar o número de criadores e mostrar as vantagens do uso do cavalo Crioulo,” garante.


Segundo o dirigente, houve um aumento no número de eventos envolvendo a raça, com a participação de usuários de cavalos Crioulos demonstrando as virtudes dos animais. Além da habilidade em modalidades esportivas, a resistência no trabalho, apreciada na pecuária de corte no centro do país, ajudou no crescimento. “Essas ações possibilitaram que o mercado realmente conhecesse as potencialidades da raça Crioula, como rusticidade, adaptabilidade ao meio e um cavalo de sela que serve para todo o Brasil”, enfatiza.


Para este ano, a ABCCC projeta dar continuidade às ações que resultaram na expansão da raça no país. “A ideia é avançarmos com critérios, com eventos, por exemplo, em Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, ou seja, vários eventos pelo Brasil mostrando que estamos trabalhando para divulgar o cavalo Crioulo para o país e o Mundo”, explica Laitano.


Foto: ABCCC/Divulgação
Texto: Rejane Costa/AgroEffective

 

comments powered by Disqus
 
INSTAGRAM
Rua Pinho Pessoa, 755, Fortaleza/CE
CEP 60.135-170
Central de Relacionamento
AgroValor (85) 3270.7650
Copyright © 2006-2014
WSete Design