AgroValor Publicidade
AgroValor

Por Rafaele Esmeraldo

O ramo de bebidas alcoólicas está abrindo espaço para a mixologia. Para quem ainda não conhece, essa é a arte de misturar bebidas com conhecimento aprofundado da ciência química dos elementos que compõem um drinque. A nova modalidade surgiu no Brasil no início dos anos 1990, mas somente agora a atividade se disseminou no país, conquistando a cada dia novos adeptos e admiradores.

Na mixologia são usadas inúmeras técnicas como: defumação de aromas, extração de sabores, desidratação de alimentos, envelhecimento de bebidas, infusões e bebidas compostas nas criações artesanais de ingredientes etc. No Brasil, os principais estados onde se pode encontrar esse tipo de drinque são Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e na região Sul do país.

As bebidas alcoólicas mais utilizadas como base para a criação de drinques são os vermutes (à base de vinho, com adição de flores ou ervas aromáticas) e os bitters (destilados amargos ou agridoces feitos à base de cascas de árvores, raízes, frutas, plantas e sementes), graças às inúmeras variações possíveis. A cachaça artesanal de alambique, destilado genuinamente brasileiro, vem sendo também bastante usada no preparo de drinques na mixologia de alto nível, cujos valores variam de R$ 36,00 a R$ 60,00.

Bartenders de todo o país se esmeram na arte de criar suas próprias receitas. Atualmente no comando do sofisticado Paris Bar, no Rio de Janeiro, Alex Mesquita, 39, domina a arte da mixologia há dezesseis anos. “Após ter trancado a faculdade de medicina, deixado o ramo de futebol e ter visto o filme de Tom Cruise ‘Cocktail’, resolvi largar tudo e ir para Buenos Aires [Argentina], onde me formei como mixologista profissional. Morei e estudei lá por cinco anos e voltei ao Brasil com muitos sonhos”, relata Mesquita.

_____________________

Bate-Volta

Qual o seu diferencial no ramo da mixologia?
Primeiramente, hospitalidade acima de tudo e a combinação de ingredientes dos mais diversos tipos, misturados à base clássica.

Qual é a bebida mais pedida no Paris Bar? 
Excellence – deliciosa mistura com vodka Grey Goose La Poire, suco de limão siciliano, uva Thompson e cereja Amarena. Essa é uma combinação perfeita entre cítricos aromáticos frescos. 

Os clientes estão preferindo drinques mais sofisticados em vez de bebidas prontas?
Sim, total. Isso pelo fato que hoje os bartenders estão vendendo melhor e explicando exatamente o que estão servindo. Isso faz a diferença.

Já trabalhou fora do país?
Sim, como instrutor na universidade onde estudei, em Buenos Aires.

Alex Mesquita
Mixologista
Rio de Janeiro (RJ)


 

comments powered by Disqus
 
INSTAGRAM
Rua Pinho Pessoa, 755, Fortaleza/CE
CEP 60.135-170
Central de Relacionamento
AgroValor (85) 3270.7650
Copyright © 2006-2014
WSete Design