AgroValor Publicidade
AgroValor

Desde o início do ano a Embrapa Gado de Corte estuda a renovação de contratos e convênios que mantém com a prefeitura de Campo Grande e outros órgãos. Entre os projetos destaca-se o da Agroescola – um Programa de Transferência de Tecnologia e Capacitação em Pecuária de Corte liderado pela Embrapa que tem como parceiros a Prefeitura Municipal de Campo Grande (PMCG), a Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (FUNDECT) e a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

Em reunião realizada durante a semana entre o prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte, Chefe-Geral da Embrapa Gado de Corte, Cleber Oliveira Soares e técnicos das instituições, na sede da Embrapa, em Campo Grande, MS, foram discutidos novos contratos e outros em andamentos como o da  Agroescola; a ampliação do apoio à Escola Agrícola Arnaldo Esteves; estudo para criação de um parque florestal e apoio da Embrapa em projetos sociais de agropecuária no município de Campo Grande.

Nesta reunião ficou acertada a assinatura de renovação do convênio da Agroescola, ato que será oficializado durante a Dinapec – uma Dinâmica agropecuária realizada anualmente pela Embrapa que tem como propósito expor ao público as tecnologias geradas pela pesquisa e, ao mesmo tempo, promover um encontro entre produtores, pesquisadores, estudantes e a sociedade.

A assinatura do convênio e diplomação será na abertura da Dinapec, no dia 11 de março

O evento que acontece na próxima semana, de 11 a 13 de março, na sede da Embrapa, localizada na Avenida Rádio Maia, 830 – bairro Vila Popular, além de conter em sua programação a assinatura do convênio da Agroescola para mais três anos, vai diplomar a terceira turma do curso pós-médio em pecuária de corte. Esta diplomação está marcada para às 11 horas do dia 11 de março, quarta-feira, no auditório Nelore. Para o chefe-geral da Embrapa, Cleber Soares este ato significa um avanço na educação além de que sua realização só foi possível graças o esforço e apoio das entidades envolvidas. “Os formandos saem da Agroescola em uma condição diferenciada para o mercado de trabalho, muitos já empregados e atuando no segmento agropecuário, outros cursando a universidade na área de ciências agrárias e até, alunos formados na primeira turma, trabalhando como bolsistas na Embrapa”, diz orgulhoso o chefe-geral que também comenta: “É gratificante encontrar com esses alunos e vê-los bem formados e bem posicionados”.

Na opinião do Chefe-Geral da Embrapa a reunião com os representantes da prefeitura de Campo Grande foi proveitosa, pois além do acerto da renovação do contrato de cooperação da Agroescola, o prefeito de Campo Grande garantiu apoio à Dinapec com prestação de serviços de melhorias nas instalações de acesso à área da Dinâmica e de mobilização no deslocamento de pequenos produtores rurais para visitação ao evento, que este ano traz novidades na área de pastagens, um Protótipo de  cinco hectares de integração lavoura-pecuária, mostra do sistema silvipastoril, de produção de ovinos, da coleção de forrageiras lançadas pela Embrapa, dentre tantas outras atrações cuja programação pode ser conhecida acessando o site: www.cnpgc.embrapa.br/dinapec‎

Durante o encontro dos líderes a Embrapa sinalizou apoio em projetos sociais para o município de Campo Grande envolvendo outras unidades da Embrapa e ficou acordada a criação de um grupo de trabalho para estudar a viabilidade de outros projetos discutidos durante a reunião.

A abertura da Dinapec acontece na quarta-feira, 11 de março, às 9 horas e o evento termina na sexta-feira, dia 13, com entrada gratuita de visitantes.

Agroescola

O início da quarta edição da Agroescola - Programa de Transferência de Tecnologia e Capacitação em Pecuária de Corte está previsto para o próximo mês de abril. Serão disponibilizadas 30 vagas.

O projeto visa à formação de multiplicadores de tecnologia em pecuária de corte oferecendo bolsas de estudos a alunos que tenham concluído curso técnico profissionalizante em agropecuária em escolas públicas, municipal ou estadual, privadas, Institutos Federais (IFMS) e/ou Fundações sediadas no Estado de Mato Grosso do Sul.

As bolsas são financiadas pela FUNDECT e inclui gastos com alimentação, transporte, seguro e outras despesas. A duração do projeto é de 12 meses e será ministrado na sede da Embrapa Gado de Corte – CNPGC em Campo Grande/MS.

A Agroescola é fruto da parceria entre a Embrapa, Prefeitura Municipal de Campo Grande (PMCG), a Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (FUNDECT) e a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

(FONTE: Núcleo de Comunicação Organizacional - NCO
Embrapa Gado de Corte)

Foto: Divulgação

comments powered by Disqus
 
INSTAGRAM
Rua Pinho Pessoa, 755, Fortaleza/CE
CEP 60.135-170
Central de Relacionamento
AgroValor (85) 3270.7650
Copyright © 2006-2014
WSete Design