AgroValor Publicidade
AgroValor

por João Pratagil*

Com o lema “Inovação: reinventando a agricultura - água doce, combustíveis fósseis e terrenos agrícolas não são mais necessários”, a empresa Sundrop está promovendo, na Austrália e no Catar, a Sundrop Farm (Fazenda Sundrop). Nela, são substituídos os componentes finitos de produção da agricultura tradicional – água doce, campos agrícolas e combustíveis fósseis, por novos componentes infinitos de produção da nova agricultura – água salgada, terreno não agrícola e sol –, que promovem a expansão da produção agrícola sustentável, contribuindo para a conservação de recursos naturais. Uma nova revolução verde!

Na reinvenção da agricultura, a Sundrop utiliza inovações tecnológicas, comprovadas e controladas, para potencializar a utilização dos insumos naturais disponibilizados pela natureza – energia do sol, terra não agricultável e água salgada (salobra). O sistema produz sua própria energia elétrica, pela transformação da energia solar, cultiva as plantas em estufas hidropônicas, localizadas em terras não agricultáveis, e faz a dessalinização a água do mar, ou de subsolo, para obter a água doce para irrigação das plantas.

Os investimentos da Sundrop e parceiros estão baseados no aumento da frequência de eventos climáticos severos, na crescente escassez de água, tornando-se mais grave nas regiões áridas e semiáridas, na degradação contínua das terras aráveis, na crescente demanda do mercado consumidor por produtos hortícolas de qualidade e na triplicação do mercado de horticultura em estufas nos últimos 15 anos.

Como benefícios, a Sundrop destaca a conservação dos recursos hídricos, os custos operacionais mais baixos, a utilização do controle biológico de pragas, que reduz o uso de inseticidas, a redução da demanda de combustível fóssil, o uso eficiente de terras marginais, a reutilização da água, a reutilização do sal e nutrientes, resultante da  dessalinização, como fertilizantes, a produção de alimentos mais saudáveis, a criação de empregos verdes (cada hectare emprega, direta e indiretamente, entre 5 e10 pessoas), a produção durante todo o ano e os benefícios econômicos, sociais e ambientais gerados.

A primeira Fazenda Sundrop, foi instalado em Port Augusta, Sul da Austrália, em 2010. Com a sua expansão para 20 ha de estufas, a Sundrop espera produzir mais de 15 mil toneladas de vegetais por ano, com faturamento anual de US$ 50 milhões.

O litoral semiárido brasileiro, por possuir grande oferta de luz solar, de água do mar e de água salgada no subsolo, associadas à proximidade dos mercados consumidores interno e externo, é naturalmente candidato a participar dessa nova revolução verde. 

 

*Doutor em Agronomia, Pesquisador da Embrapa Agroindústria Tropical 

comments powered by Disqus
 
INSTAGRAM
Rua Pinho Pessoa, 755, Fortaleza/CE
CEP 60.135-170
Central de Relacionamento
AgroValor (85) 3270.7650
Copyright © 2006-2014
WSete Design