AgroValor Publicidade
AgroValor

Centenas de vaquejistas estão bloqueando as vias que dão acesso ao Congresso Nacional, em Brasília, em protesto contra a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de derrubar a lei que regulamentava a vaquejada como um esporte. A Associação Brasileira de Vaquejada (Abvaq) calcula que 700 veículos com animais trazidos de diversas regiões do Brasil, especialmente Nordeste e Centro-Oeste, cheguem à capital federal até o meio-dia desta terça-feira (25/10). A manifestação começou às 8h com a missa do vaqueiro, na Catedral de Brasília. Em seguida, os defensores da vaquejada fizeram ato em frente ao Congresso.

A programação do evento, organizado pela Abvaq e outras associações de criadores de cavalos, segue até às 21h desta terça e inclui shows musicais e uma grande cavalgada chamada “Vaquejada Legal”, também em frente ao Congresso.

O Detran já interditou duas das seis faixas do Eixo Monumental entre o Congresso e a Rodoviária de Brasília e afirma que pode fechar mais faixas ao longo do dia caso a manifestação cresça. A Polícia Militar foi acionada para reforçar a segurança no local, com equipes especializadas do Batalhão de Choque e cavalaria.

Julgamento
Os protestos começaram a ser organizados depois que o STF derrubou, em 6 de outubro, a lei 15.299/2013, do Ceará, que regulamentava a vaquejada como prática esportiva no Estado. Em seu voto, o ministro Marco Aurélio afirmou que laudos técnicos contidos no processo demonstram consequências nocivas à saúde dos animais, como fraturas nas patas e rabo, ruptura de ligamentos e vasos sanguíneos, eventual arrancamento do rabo e comprometimento da medula óssea. Também os cavalos, de acordo com os laudos, sofrem lesões.

Fonte: Gloro Rural
Foto: Divulgação


 

comments powered by Disqus
 
INSTAGRAM
Rua Pinho Pessoa, 755, Fortaleza/CE
CEP 60.135-170
Central de Relacionamento
AgroValor (85) 3270.7650
Copyright © 2006-2014
WSete Design