AgroValor Publicidade
AgroValor

O titular da Secretaria dos Recursos Hídricos (SRH), Francisco Texeira, afirmou durante entrega de duas perfuratrizes pelo Governo que o Ministério da Integração Nacional confirmou novo repasse para o Cinturão das Águas (CAC). O recurso de R$ 30 milhões interrompe uma sequência de quase três meses sem dinheiro federal na obra. 

A interrupção do recurso se devia a um impasse entre Ministério e TCU. O CAC está com obras ativas no Trecho 1 e estava sendo mantido, entre julho e setembro, por recursos estaduais. 

Desde que o governo do presidente Michel Temer assumiu no fim de abril, este é o segundo repasse de R$ 30 milhões para a continuidade da obra.  

Sem o recurso, em agosto, o secretário afirmou que a empreiteira responsável pela obra afirmava que poderia haver paralisações caso a verba não chegasse até setembro.

Histórico 
A concepção preliminar do CAC teve origem no final dos anos 1990, no âmbito dos extensos estudos de “Inserção Regional” do Projeto de Transposição de Águas do Rio São Francisco (PTRSF) para o Nordeste Setentrional. Foi traçado um canal que praticamente circundaria os limites sul e oeste do Estado. À época, rotulou-se essa ideia de “Cordão de Água”.

Em março de 2009, a SRH contratou o “Estudo de Viabilidade Técnico-Econômica, Estudo Ambiental e Anteprojeto do Trecho Jati-Cariús” para o que, então, denominou-se de CAC.

O Povo
Foto: Divulgação

 

comments powered by Disqus
 
INSTAGRAM
Rua Pinho Pessoa, 755, Fortaleza/CE
CEP 60.135-170
Central de Relacionamento
AgroValor (85) 3270.7650
Copyright © 2006-2014
WSete Design