AgroValor Publicidade
Esportes

O Brasil por pouco não conquistou nesta quarta-feira, 17, sua 12ª medalha olímpica nos Jogos do Rio-2016 no hipismo. O quarteto formado por Eduardo Menezes, Álvaro de Miranda, Pedro Veniss e Stephan Barcha chegou perto de garantir a medalha de bronze na prova dos saltos no centro de hipismo de Deodoro, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Contudo, um erro na antepenúltima barreira acabou com o sonho brasileiro de chegar pela quarta vez no pódio olímpico na modalidade.

E a possível conquista do bronze nesta quarta-feira poderia ter vindo de forma dramática, porque a equipe brasileira só pôde contar com três cavaleiros, uma vez que Stephan Barcha foi eliminado por ferimento no cavalo ainda na fase classificatória. Com apenas três cavaleiros na final, na manhã desta quarta-feira, o Brasil não tinha direito a nota de descarte, o que colocou os conjuntos nacionais sob pressão, uma vez que as falhas derrubariam a equipe do topo da classificação.

O primeiro brasileiro a se apresentar foi Eduardo Menezes, que teve apenas uma falha. Quando Álvaro de Miranda Neto, o Doda, entrou na arena, a França já havia garantido o ouro. Restava a prata e o bronze. Ele fazia uma apresentação perfeita até chegar ao antepenúltimo obstáculo, quando seu cavalo, chamado Cornetto K, esbarrou e deixou cair uma das barras.

Quando Veniss foi se apresentar, os Estados Unidos já haviam sido confirmados como medalhistas de prata. Restava o bronze. Porém, no obstáculo 6B, em que está representado o calçadão de Copacabana, o Quabri de L’isLe tocou na barreira e o Brasil perdeu as chances de chegar ao pódio. A quinta colocação brasileira representa um desempenho melhor do que em Londres-2012, quando a equipe terminou na 8ª posição.

Fonte: UOL
Foto: Divulgação

 

comments powered by Disqus
 
INSTAGRAM
Rua Pinho Pessoa, 755, Fortaleza/CE
CEP 60.135-170
Central de Relacionamento
AgroValor (85) 3270.7650
Copyright © 2006-2014
WSete Design