AgroValor Publicidade
Esportes

Com alta qualidade estrutural, além de pista, gado e competidores de excelente desempenho, a Classificatória de Itu (SP) ao Freio de Ouro 2015 solidificou um trabalho que vem sendo desenvolvido em favor da expansão do cavalo Crioulo. O evento, realizado em um importante pólo da região Sudeste, uma das localidades em que a manada da raça mais cresce no país, mostrou que a beleza e a funcionalidade da raça estão conquistando cada vez mais adeptos no país e que tem potencial para se disseminar ainda mais.

Realizada na Fazenda Capoava, a prova teve a presença de grande público desde a primeira etapa, realizada no dia 9 de julho, até a decisão no domingo, dia 12. Essa foi a penúltima semifinal de um circuito de 12 classificatórias. A partir de agora, a última chance para quem ainda não confirmou a vaga na final do Freio de Ouro será na classificatória de Brasília, no Distrito Federal, entre os dias 16 e 19 de julho.

O proprietário da fazenda, Paulo Almeida Prado, falou sobre o sucesso do evento e do potencial da região como fomentadora da raça. “Acho que a nossa estrutura atendeu ao que esperávamos, tivemos o apoio da ABCCC e deu tudo certo. Foi importante também ver que tivemos a presença de muitas pessoas que não são da raça e mostraram interesse no evento”.

O primeiro lugar na categoria fêmeas foi ocupado por Altaneira do Purunã, exposta por Carla Musa, Onécio Prado Junior e Thor Construtora, que finalizou a disputa com a nota 19,601. O resultado foi especial para o criador Onécio Prado, que comentou a respeito da conquista. “Foi um resultado importante porque tínhamos muita expectativa em relação a essa égua. Ela chegou ao pé da mãe lá na cabanha e foi domada e treinada pelo Ernesto”, disse, elogiando o trabalho do ginete. “No ano passado ela estava pronta para sair e teve cólica. Foi operada e não corremos o ciclo. Esse ano credenciamos e quando iríamos para o Bocal o Ernesto quebrou o braço. Ficamos adiando o seu trabalho mas agora o resultado chegou na hora certa”.

Entre os machos, o melhor resultado foi de Estribero Simpatia, de Marcelo Cunha e Esmael Cadore, que somou ao todo 20,115 pontos. O cavalo tordilho também teve dificuldades durante o ciclo mas, dessa vez, assumiu a ponta desde a primeira fase funcional e permaneceu até o fim da prova sem ver ninguém à sua frente. “Ele foi muito bem. Ele teve uma lesão na classificatória de Santo Ângelo, mas nós sabíamos que ele poderia melhorar. Então apostamos em trazê-lo aqui e conseguimos esse resultado. Acredito que até a final do Freio ele ainda pode melhorar mais, pois aqui não foi muito bem na mangueira”, disse Marcelo Cunha.

Os jurados da prova foram Francisco Martins Bastos Sobrinho, Lauro Varela Martins e Telmo Raimundi Ferreira nas fêmeas e Álvaro Dumoncel, Eduardo Neto de Azevedo e Mário Móglia Suñe nos machos. O técnico credenciado à Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) Ricardo Guazzelli Martins supervisionou a prova.

O Freio de Ouro conta com o patrocínio de Ipiranga, Massey Ferguson, Vivo e Banrisul, além do apoio de Supra. O circuito da modalidade é realizado pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) com a promoção do Canal Rural.

Confira os resultados

Fêmeas

1º Lugar
Altaneira do Purunã, filha de Muchacho de Santa Angélica e Insólita da Fascinação; criador Mariano Lemanski e expositor Carla F. Musa / Onécio Silveira Prado Jr e Thor Construtora, Estância Tamareira e Sierra Bessa, Santa Rita do Passa Quatro/SP
Ginete: Ernesto Monteiro Waihrich
Nota: 19,601

2º Lugar
Algazarra do Purunã, filha de Del Oeste Mutante e Pata Braba do Purunã; criador e expositor Mariano Lemanski, cabanha São Rafael, Balsa Nova/PR
Ginete: Daniel W. Marim Teixeira
Nota: 19,010

3º Lugar
Ligeira Mapocho, filha de Mano a Mano do Itapororó e Simpática Mapocho; criador Sergio Santos San’Anna e Filhas e expositor Jorge Purcallas, cabanha Profecia, Santo Antônio do Pinhal/SP
Nota: 18,368

Machos

1º Lugar
Estribero Simpatia, filho de Dom Carrasco do Purunã e BT Geada; criador Condomínio Rural Waldyr Leite Paiva e Filho e expositor Marcelo O. Cunha e Esmael G. Cadore, Fazenda Rio das Pedras, Guarapuava/PR
Ginete: Cézar Augusto Schell Freire
Nota: 20,115

2º Lugar
Farandola da Mangueira Velha, filho de Estimado da Terra Nativa e JA Umbanda, criador Leandro Luís Vieira e expositor Bertilo Schlickmann, cabanha Cinco Estrelas, Braço do Norte/SC
Ginete: Fagner Crescencio Espindola
Nota: 18,984

3º Lugar
Farrapo da Maior, filho de JLS Hermoso e FJC Amenaza; criador e expositor André Ricardo Souto Maior, cabanha Maior, Painel/SC
Ginete: Daniel Waihrich Marim Teixeira
Nota: 18,373

4º Lugar
Empurrão da Tamanca, filho de BT Lado a Lado e Dama da Noite do Rastreador; criador Lauro Cardoso Terra e Filhos e expositor Artur Freire Diogo Junior, Agropecuária São Diogo, Rio Grande/RS
Ginete: José Fonseca Macedo
Nota: 18,094

Foto: Felipe Ulbrich/ABCCC/Divulgação
Fonte: ABCCC


 

comments powered by Disqus
 
INSTAGRAM
Rua Pinho Pessoa, 755, Fortaleza/CE
CEP 60.135-170
Central de Relacionamento
AgroValor (85) 3270.7650
Copyright © 2006-2014
WSete Design