AgroValor Publicidade
Esportes

Mais um ciclo se passou e eles voltaram mais fortes e determinados do que nunca. Vestindo o colete de um sonho, o futuro da raça Crioula também esteve sob os holofotes do parque Assis Brasil. Dividido em seis categorias, 56 meninos e meninas se aventuraram bravamente no Freio Jovem e tiveram entre os dias 3 e 4 de setembro a responsabilidade de evoluir e emocionar a todos. E mais uma vez, eles consequiram fazer bonito em um final de semana exclusivo, dedicado à conclusão da programação da raça Crioula na 39ª Expointer.

Neste ano, pode-se dizer outra vez que o apelo foi atendido e abraçado com muita dedicação. Isso vale tanto para os iniciantes quanto para os competidores mais experientes. Principalmente, porque mesmo apesar da pouca idade, muitos têm uma trajetória já antiga e lotada de prêmios. Com várias defesas de título neste ciclo, o Freio Jovem evidencia novamente o quanto é promissor e gratificante embarcar nesta jornada.

Para eles, o que poderia começar como uma brincadeira, se torna uma coisa séria. Importante o suficiente para ser executada como gente grande, seja se preparando em casa, ou, contando com o apoio de centros de treinamento. Somente nesta edição, 20 exemplares vieram de CTs, comprovando o interesse da garotada em obter ajuda profissionalizada para apoiar as performances em pista e garantir, como sempre, o tradicional e divertido banho de lama.  

Na Infantil Feminina, foi na reta final que Antonela Blanco Suñe, no lombo de Piraí 1877, conseguiu se superar e chegar à vitória. Ao seu lado, o pódio contou ainda com a campeã de 2015, Shintia Pinto Schuster que chegou este ano em segundo no comando de Lunar Mendes do Álamo.  Enquanto na Masculina, assim que alcançaram a primeira posição, Alexandre Sandri Filho e Capanegra Oriente II, não a deixaram até as últimas placas serem levantadas no dia.

Emile dos Santos Gomes e o macho OEA Palheiro - que já conheceram o sabor da vitória pela Infantil em anos anteriores - conquistaram o bicampeonato, agora na divisão Juvenil. Mais uma trajetória de sucesso iniciada cedo e capaz de levar para a casa outro troféu para se juntar aos vários da dupla.

Entre os meninos, os irmãos gêmeos Nathan e Rian Vasconcellos Valadão também repetiram o bom desempenho dos anos anteriores e garantiram as primeiras colocações da categoria na qual, quatro dos seis finalistas, estavam sob o seu domínio: Firmeza 1983, Piraí 2077, Veredito Ico e Maestro da Villa da Rainha.

No Feminino e no Masculino da divisão Aspirante, a vitória tão idealizada pelos campeões 2016, finalmente chegou. Fernanda Maggi era só felicidade ao levantar o primeiro troféu a coroar o seu trabalho e de todos aqueles que a ajudaram a merecê-lo. “É um trabalho de muita dedicação, não é uma questão de sorte, e sim, preparo. Venci graças a uma baita equipe me apoiando e a uma égua companheira”, comemora.

Quem também não conseguia conter a alegria era Vinícius Henrique Salles. Segundo o rapaz, a busca pelo aperfeiçoamento vem da experiência no estágio junto ao ginete do Freio de Ouro, Guto Freire e dos conhecimentos obtidos junto ao CT Alexandre Oliveira. “É resultado de muita humildade, persistência e serviço”, afirma Vini, como é conhecido pelos amigos ao enfatizar a importância do apoio da família para alcançar o sucesso.

Bruno Wagner da Silva, Daniel Rossato Costa e Eduardo Neto de Azevedo foram os jurados no comando das placas direcionadas às categorias Infantil e Juvenil. Já o trio formado por Carlos Marques Gonçalves Neto, Gustavo Silveira Rodrigues e Roither Bez Brazan ficou responsável pelo julgamento dos Aspirantes.

De acordo com Eduardo Neto de Azevedo, a Associação está de parabéns pela prova, principalmente, por sua importância para a manutenção da paixão pela raça. "Tivemos uma seletiva muito parelha mesmo, bem disputada. E a gente que julga ali, julga também com o coração. Às vezes tu tem que usar a razão e o coração, e vai se dividindo, porque são crianças, então tu quer sempre dar a melhor nota, mas acho que o nível foi altíssimo, teve troca de posição. Estão todos de parabéns."

Conforme Carlos Marques Gonçalves Neto, o Freio Jovem é muito importante por ser o início de um processo para a formação de, a melhor forma de ingressar na atividade que futuramente pode sim, vir a ser a profissão desses apaixonados pelo cavalo multifuncional. “Vemos profissionais do Freio de Ouro que realmente passaram por aqui, pois é um aprendizado muito grande. O meio sai fortalecido. Além de todo o gosto pelo cavalo Crioulo, a confraternização familiar é uma coisa que nos emociona muito. As pessoas vibram, torcem, riem, choram aplaudem”, elogia o jurado ao reforçar ser este o principal ponto a impulsionar o jovem ginete a escolher seguir nesse caminho.

Neste ciclo, 73 provas ranquearam para a grande decisão na arena de Esteio/RS, mobilizando mais de 200 exemplares até o desfecho da modalidade. Organizado pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), o circuito do Freio Jovem conta com o patrocínio de Barisul, Supra e Vetnil.

Confira o resultado

Infantil Feminina
1º lugar
Piraí 1817, filho de Honesto Simpatia e Firmeza 1493; criador Paulo Tavares Móglia e expositor Rafael Pons Suñe, Estância Três Cerros, Bagé/RS
Ginete: Antonela Blanco Suñe. Nota: 10,251

2º lugar
Lunar do Mendes Álamo, filha de Viragro Hijo Guapo e BT Enviada do Junco; criador Pedro Peres Mendes e expositor Roque Augusto Pereira Schuster, Centro De Treinamento Nossa Senhora Aparecida, Arroio Grande/RS
Ginete: Sinthia Pinto Schuster. Nota: 9,771

3º lugar
Fantástico das Três Bocas, filho de Butiá Olodum e JZ Rosita da Santa Mathilde; criadores e expositores Hilda e Fernando Luis D`Avila Soares, Fazenda Tarumã, Arroio Grande/RS
Ginete: Julia Ebersol Avila. Nota: 9,575

Infantil Masculina

1º lugar
Capanegra Oriente II, filho de Santa Teresa Ambicioso e Capanegra Nataly, criador Fernando Dornelles Pons, expositor Alexandre Sandri, Cabanha Potro Sem Dono, Itajaí/SC
Ginete: Alexandre Sandri Filho. Nota: 11,910

2º lugar
Luz Vermelha Ico, filha de BT Juruna e BT Hidráulica; criador Frederico Wolf e Juliano Pires Pinheiro, Cabanha JL, São Vicente do Sul/RS
Ginete: Juliano Salvador Pinheiro. Nota: 10,549

3º lugar
Agata Cala Bassa, filha de Diplomata Simpatia e Laranjeira Cardeal; criador e expositor Marcelo Rezende Móglia, Cabanha Cala Bassa, Bagé/RS
Ginete: Francisco Cachapuz Móglia. Nota: 10,006

Juvenil Feminina

1º lugar
OEA Palheiro, filho de BT Hospedeiro e OEA Garbosa, criador Olavo Epaminondas de Almeida, expositor Emile dos Santos Gomes, CT Freio, Glorinha/RS
Ginete: Emile dos Santos Gomes. Nota: 9,748

2º lugar
PO Verdugo, filho de Butiá Pégaso e Capella Ingrata; criador Gonçalo Porto Silva e expositores Márcio Da Silva/Charles Lopes, CT Charles Lopes, Santa Cruz Do Sul/RS
Ginete: Luiza Caroline Lopes. Nota: 9,023

3º lugar
Xalalá 496 da Ronda Maleva, filha de Jango do Infinito e Norteña Da Ronda Maleva; criador Paulo César de Abreu Delgado e expositor Carlos e Marcelo Quadros, Cabanha Alto do Paraiso, Sapucaia do Sul/RS
Ginete: Nicolly Ribeiro. Nota: 8,743

Juvenil Masculina

1º lugar
Firmeza 1903, filha de Candidato Simpatia e Firmeza do Pirai 797 Fazendeiro; criador Paulo Tavares Móglia e expositores Michael de Souza Neves, Anderson Neves e Diego Hins Soares, CDT Valadão, Capão do Leão/RS
Ginete: Nathan de Vasconcelos Valadão. Nota: 10,839

2º lugar
Piraí 2077, filho de Mañanero Es Asi e Firmeza 161 Do Papito; criador Paulo Tavares Móglia e expositor Cesar Bissoloti, CDT Valadão, Capão do Leão/RS
Ginete: Rian de Vasconcelos Valadão. Nota: 10,583

3º lugar
Veredito Ico, filho de Dolffo do Itapororó e Cigana do Itapororó; criador Frederico Wolf e expositores Paulo Antônio Petersen Velho, Carlos Andre Schmitt e Frederico Wolf, CDT VALADÃO, Capão Do Leão/RS
Ginete: Rian de Vasconcelos Valadão. Nota: 10,305

Aspirante Feminina

1º lugar
PO Dama Negra, filha de Lutador do Purunã e Nochera Madrasa; criador Gonçalo Porto Silva e expositor Henry Luciano Maggi, Cabanha Entrevero Farroupilha e Vetfacil.com, Caxias do Sul/RS
Ginete: Fernanda Maggi. Nota: 9,649

2º lugar
Lord 241 do Cerro Velho, filho de Butiá Papillon e Oba do Painel; criador Lizandro Paz Lopes e expositor George Ricardo Silveira, Cabanha Santa Anália, Pelotas/RS
Ginete: Eugenia Dornelles. Nota: 9,626

3º lugar
RZ Talantero da Carapuça, filho de BT Lamborguine e Tropicália do Elebê; criador Rubens Elias Zogbi e expositor Eduardo dos Santo Dale Tese, Cabanha Sarom, Porto Alegre/RS
Ginete: Eduarda Marques Dale Tese. Nota: 9,518

Aspirante Masculina
1º lugar
Boneca do Ruppenthal, filha de AS Malke Palanqueiro e Gralha do Trinta e Oito, criador Darci Pedro Ruppenthal, expositor Vinicius Henrique Alles e Carlos Alles, CT Alexandre Oliveira, Nova Petrópolis/RS
Ginete: Vinicius Henrique Alles. Nota: 10,243

2º lugar
BT Batuque, filho de BT Inquisitor e BT Habanera II; criador Condomínio Flavio Bastos Tellechea e expositor Carlos Maurício da Silva, Cabanha 2M, Novo Hamburgo/RS
Ginete: Otavio Augusto. Nota: 9,948

3º lugar
Boasorte Confronto, filho de Polo Norte de Santa Odessa e Poroca de Santa Odessa; criador e expositor Murilo Tatsch Pereira, Cabanha Boa Sorte, Pantano Grande/RS
Ginete: Jonathan Lima. Nota: 9,903

Foto: Everton Souza Marita/ABCCC/Divulgação

comments powered by Disqus
 
INSTAGRAM
Rua Pinho Pessoa, 755, Fortaleza/CE
CEP 60.135-170
Central de Relacionamento
AgroValor (85) 3270.7650
Copyright © 2006-2014
WSete Design