AgroValor Publicidade
Esportes

O sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro) será reforçado nos principais pontos de entrada de delegações, autoridades e turistas que vêm ao Brasil para os Jogos Olímpicos 2016, de 5 a 21 de agosto, e Paralímpicos, de 7 a 18 de setembro. Para garantir o cumprimento dos requisitos internacionais, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) vai aumentar o número de profissionais das equipes que fiscalizam o ingresso e saída de bagagens com alimentos, medicamentos veterinários, bebidas e animais.

 Para os aeroportos de Brasília (DF), Guarulhos (SP), Galeão (RJ), Confins (MG), Manaus (AM), Salvador (BA) e Viracopos (SP), o número de funcionários do Vigiagro aumentará 35%, passando de 114 para 154 nos Jogos Olímpicos. Já nos Jogos Paralímpicos, o incremento será de 24%.

Os aeroportos do Galeão  e de Guarulhos também serão reforçados com pessoal da própria superintendência do Mapa nos respectivos estados, informa a coordenadora do Vigiagro, Edilene Cambraia. Segundo ela, os servidores do ministério também estão participando de ações simuladas para testar a capacidade de fiscalização do país.

Para atender as delegações, as autoridades aeroportuárias estabeleceram fluxo especiais, em que todos os procedimentos-padrão de fiscalização serão cumpridos. “Desta forma, além de agilizar o desembaraço de pessoas, bagagens e cargas que vêm para as competições, evitamos aumentar as filas nos procedimentos rotineiros, dando prioridade ao atendimento dos atletas, sobretudo aos paralímpicos acompanhados de cães-guia”, diz  Edilene.
 
Normas de entrada de pessoas, animais e cargas 
 O Mapa já comunicou ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB) as normas que devem ser cumpridas para a entrada de pessoas, animais e cargas no país. O COB deve informar às delegações dos países estrangeiros participantes das competições.
 
No início de abril, a Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA) do Mapa criou um grupo de trabalho interno para oferecer subsídios técnicos e operacionais durante os Jogos Olímpicos Rio 2016 e viabilizar o cumprimento das normas sanitárias. O Grupo de Trabalho Olimpíadas SDA vai coordenar as demandas de importação de material de origem animal e vegetal, controlado pelo Ministério da Agricultura.
 
Em março deste ano, o Mapa estabeleceu os procedimentos para importação de cães-guia durante os Jogos Paralímpicos Rio 2016 e dos produtos para a sua alimentação. 

Fonte: Mapa
Foto: Divulgação

comments powered by Disqus
 
INSTAGRAM
Rua Pinho Pessoa, 755, Fortaleza/CE
CEP 60.135-170
Central de Relacionamento
AgroValor (85) 3270.7650
Copyright © 2006-2014
WSete Design