AgroValor Publicidade
Haras de valor

por Rafaele Esmeraldo

O estresse do dia a dia nas grandes cidades tem levado as pessoas ao campo em busca de novas opções de lazer. Uma das atividades mais procuradas é a cavalgada. Montadas em seus próprios animais, tomando emprestado de amigos ou mesmo alugando, os cavaleiros elegeram a raça brasileira Mangalarga Marchador por seu andamento suave.

O presidente da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador (ABCCMM), Magdi Shaat, justifica a preferência dos praticantes de cavalgada pela raça. “Pelo andamento cômodo e macio, o Mangalarga Marchador vem sendo eleito o melhor cavalo para cavalgadas no Brasil. É o melhor cavalo de sela do país e tem sido muito escolhido, também, devido à sua resistência, docilidade e por ser um animal de beleza singular, ou seja, completo para cavalgadas”, confirma Shaat.

O empresário cearense Sílvio Palácio, 34 anos, que começou a cavalgar na adolescência, entre de 14 e 15 anos de idade, aponta benefícios da atividade que vão além do bem-estar pessoal. “O esporte tem aumentado significativamente no país, pois temos na população urbana milhares de pessoas ligadas ao campo e se estimulam a praticar cavalgadas, como forma de lazer e para se conectar com suas origens rurais. Isso beneficiou o desenvolvimento econômico das cidades do interior, por levar muitas pessoas a investirem em cavalos”, acredita Palácio.

No Ceará, as regiões mais procuradas para a prática da atividade ficam na Região Metropolitana de Fortaleza, devido aos polos locais de criação da raça. “Hoje, os criadores de Mangalarga Marchador estão mais concentrados nas regiões entre Eusébio, Aquiraz, Pindoretama e Cascavel, além dos polos de Caucaia e Maranguape. Costumo andar mais na região de Aquiraz, mas fazemos cavalgadas em todas essas cidades e praias próximas”, relata o empresário.

Outro cearense adepto da cavalgada é o comerciante Francisco Colaço, 67 anos, que pratica a atividade há vinte anos. “A cada dia surgem novos adeptos. São pessoas que buscam um esporte que reúna a família e seja prazeroso. Sempre gostei de cavalos. O prazer de descobrir novas trilhas e cultivar novas amizades me incentivou a praticar o esporte. Fiz novos amigos, muitos dos quais mantenho até hoje”, relata Colaço.

Vale lembrar que para cobrir longos percursos o animal deve estar bem preparado fisicamente: Precisa ser treinado na marcha, no passo e no galope, gradativamente; Manter-se bem alimentado com volumoso, uma hora antes da cavalgada e uma hora depois; Ser ferrado adequadamente por profissionais. As vacinas variam de acordo com a região e são imprescindíveis para evitar o contágio por doenças aos outros animais.

Foto: Divulgação

comments powered by Disqus
 
INSTAGRAM
Rua Pinho Pessoa, 755, Fortaleza/CE
CEP 60.135-170
Central de Relacionamento
AgroValor (85) 3270.7650
Copyright © 2006-2014
WSete Design