AgroValor Publicidade
Haras de valor

Da Redação

O projeto “Mangalarga Marchador Para Todos”, implantado pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Mangalarga Marchador (ABCCMM), em Minas Gerais, onde está a sede da entidade, vem atingindo outras regiões do país. Inicialmente, o objetivo era realizar cursos que atendesse tratadores, treinadores e pessoal de pista, no entanto, atualmente, familiares de criadores da raça têm demonstrado bastante interesse.

O AgroValor manteve contato com um dos coordenadores e também instrutor de cursos, o médico veterinário, árbitro de provas e professor, José Ferraz de Oliveira Neto. Ele estava em Goiás, no mês de junho, ministrando cursos do projeto.

Os cursos estão atraindo jovens, mulheres e homens que criam ou lidam com Marchadores, tanto no lazer como profissionalmente. Dentre eles estão equitação básica, adestramento e mão de obra no trabalho de fazendas. Didaticamente, os cursos abordam inicialmente a história do cavalo e sua utilidade, e a morfologia do animal, como parte teórica. Em seguida vem a parte técnica, que é a monta em si e o uso correto das mãos e dos pés no controle do cavalo.

Conforme a entidade, os mais interessados são pessoas que querem iniciar a atividade de equitação, bem como montadores já experientes, mas que, por exemplo, possuem postura incorreta e desejam corrigi-la.

O Mangalarga Marchador é uma raça de cavalos descendente dos Alter-Real, que chegou ao Brasil por meio de nobres da corte portuguesa na época da colonização do Brasil. Segundo a história, em 1812, Gabriel Francisco Junqueira (o barão de Alfenas) ganhou de D. João VI um garanhão da raça Alter-Real e iniciou sua criação cruzando o cavalo com as éguas comuns da Fazenda Campo Alegre, situada no sul de Minas.

Dos anos 1970 ao final da década de 1990, o Marchador teve uma ascensão astronômica no segmento da equinocultura, batendo recordes de animais expostos, registrados, e de preços em leilões oficiais. A ABCCMM é hoje a maior associação de equinos da América Latina, com mais de 250 mil animais registrados e mais de 20 mil sócios, com cerca de três mil ativos.

Foto: Divulgação

comments powered by Disqus
 
INSTAGRAM
Rua Pinho Pessoa, 755, Fortaleza/CE
CEP 60.135-170
Central de Relacionamento
AgroValor (85) 3270.7650
Copyright © 2006-2014
WSete Design