AgroValor Publicidade
Haras de valor

Por Wescley Gomes

Depois de protagonizar enredo de escola de samba, no carnaval de 2013, no Rio de Janeiro, o cavalo Mangalarga Marchador inspirou a coleção de inverno do estilista mineiro Victor Dzenk, apresentada na São Paulo Fashion Week, em novembro de 2014, quando fez “uma releitura do universo equestre”.

A próxima investida mira a Exposição Nacional da raça, em julho próximo (de 15 a 25), em Belo Horizonte (MG). As ações fazem parte da estratégia de marketing da Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador (ABCCMM) para divulgar a raça no Brasil e no exterior, investindo em mecanismos que permitam enfatizar desde as habilidades morfológicas até o estilo fashion das apaixonadas pela raça.

De acordo com Magdi Shaat, presidente da ABCCMM, depois de viabilizar a participação do Mangalarga Marchador no carnaval carioca, há dois anos, quando foi tema da Escola de Samba Beija-Flor, com repercussão internacional, a diretoria da entidade decidiu apostar no quesito moda, que tem caráter universal, capaz de chegar aos quatro cantos do mundo.

“Investir nesse segmento [moda] foi mais uma ação de sucesso. Para ter uma ideia, a presença da raça Mangalarga Marchador no desfile de Victor Dzenk na São Paulo Fashion Week, maior evento de moda da América Latina, atingiu dois mil profissionais da imprensa nacional e 60 jornalistas internacionais”, comemora Shaat.

Das inúmeras formas de difundir a raça mundo afora, Shaat enxerga na moda uma maneira de quebrar o paradigma de que o mundo equino está unicamente ligado ao meio rural. De fato, as peças de Dzenk vestem a mulher urbana e sofisticada. “Essa é mais uma alternativa de divulgação e fomento da raça. Esse projeto fortalece e divulga o nosso cavalo nos meios artísticos, culturais e da moda. Nossa expectativa é atrair novos consumidores e usuários para o nosso cavalo”, disse o presidente.

Seja nas passarelas de moda ou nas pistas de provas, as iniciativas têm ratificado o Mangalarga Marchador como a “raça nacional”, conforme lei sancionada pela presidenta Dilma Rousseff, em 2014. “Hoje a raça está ainda mais conhecida. Estou convicto de que quando se ouve falar em cavalos do Brasil, a primeira raça lembrada é Mangalarga Marchador. Tudo isso me orgulha bastante”, concluiu Shaat.

 

comments powered by Disqus
 
INSTAGRAM
Rua Pinho Pessoa, 755, Fortaleza/CE
CEP 60.135-170
Central de Relacionamento
AgroValor (85) 3270.7650
Copyright © 2006-2014
WSete Design